O Bolsonaro deve estender o auxílio emergencial por mais 4 meses, mas tem novo valor; Descubra Quanto

De acordo com as informações, segundo informações do site Estadão e notícias dos órgãos políticos e políticos, o governo deve estender o atendimento emergencial até o final do ano, pagando R $ 300 em quatro lotes. Política econômica do governo.

Esse benefício foi criado para ajudar a economia do país e também ajudar as pessoas que perderam sua renda na crise causada pela nova pandemia do coronavírus. O novo coronavírus já matou mais de 837.000 pessoas em todo o mundo.

O anúncio do plano da Renda Brasil, uma nova receita que substituirá o Bolsa Família, será ainda mais adiantado para que o atual ministro da Economia,

Paulo Guedes, mais tempo para achar espaço para acomodar novas despesas. O limite máximo, que limita o custo antecipado à inflação.

Jair Bolsonaro queria um plano que não incluísse o escrutínio ou extinção de outros benefícios, como abono salarial, o 14º salário pago a trabalhadores com carteira de salários não superior a 2.090 reais, Cerca de 20 bilhões de reais são gastos com o governo todos os anos.

A equipe econômica considera o subsídio ineficiente. Mas o presidente rejeitou a proposta na reunião de terça-feira, 25 de agosto..

No dia seguinte, Bolsonaro divulgou nota durante viagem a Minas Gerais, alertando-o para não “tirar dinheiro dos pobres e dedicá-lo aos pobres”.

Quando Guadis mencionou publicamente as críticas do presidente, o ministro – ele tem sido alvo de rumores de renúncia – disse que aceitou o “carrinho de compras” de Bolsonaro esta semana.

“Fico feliz que não seja na área, senão vai ser punido”, brincou Guedes em transmissão ao vivo organizada pela siderúrgica. Ontem, o ministro e Bolsonaro se encontraram fora da agenda oficial dos dois países.

Publicado por DB
Categorias: Auxílio Emercencial, Notícias